5.2.16

Crítica: A Grande Aposta

A Grande Aposta


Filme dirigido por Adam McKay, conta a história de vários banqueiros e funcionários de grandes agencias de Wall Street que descobrem que a economia americana iria entrar em colapso no ano de 2008.

Obra bem-feita, com um elenco ótimo, destaque para Steve Carell e Christian Bale que roubam a cena quando aparecem, a trilha sonora é muito boa, as metáforas usadas para explicar termos difíceis como CDO e Subprime são excelentes.




Poderiam ter tido mais dessas metáforas, pois muitas vezes, o espectador leigo em economia fica perdido e não consegue acompanhar o ritmo acelerado do filme, mas como encaixar mais metáforas? Se a história tivesse focado nos personagens principais que são os interpretados por Bale (Que é o primeiro a descobrir que a crise aconteceria, três anos antes de tudo ocorrer) e de Carell (Que dos personagens do filme é o que sai mais prejudicado), a obra ficaria melhor explicada, mais compacta e mais focada em contar como os investimentos foram feitos. Sim, é mostrado de forma detalhada como eles foram feitos, porém é tão detalhado que, para o espectador leigo, acaba ficando confuso.

E, sem dúvida nenhuma, o filme poderia ter abordado de forma mais incisiva como aqueles homens de Wall Street não pensam nas pessoas como pessoas, mas sim nos indivíduos sendo apenas números, o que é retratado pelo personagem Ben no terceiro ato e pelo personagem de Carell na cena final e exposto por este com um certo arrependimento, pois caso um desses homens retratados tivesse divulgado à mídia que teria uma crise catastrófica, milhares de pessoas não sofreriam como acabou acontecendo.

Porém, justamente neste terceiro ato, o filme se estabelece como protesto, justamente por mostrar os investidores pensando nas pessoas como números e o que filme retrata, afinal de contas, é o que o capitalismo pensa.



P.S: O personagem de Christian Bale é brilhante, descobrir uma crise econômica daquele porte três anos antes de tudo acontecer não é para qualquer um.

Nenhum comentário:

Postar um comentário