25.7.16

Crítica: O Casamento de Maria Braun

O Casamento de Maria Braun


Filme dirigido por Rainer Werner Fassbinder e lançado no ano de 1979, conta a história de Maria, que após se casar seu marido vai lutar na segunda guerra mundial e é dado como morto, após isso ela passa a viver sua vida de maneira independente se tornando uma mulher de negócios.





Independência é a palavra que resume Maria Braun após seu marido ir a guerra, ela se envolve com qualquer homem que ela deseja e se torna uma mulher de negócios bem sucedida se descrevendo como a “Mata Hari do milagre econômico” pois no pós guerra a Alemanha entra em uma crise arrebatadora.

Maria foi talvez uma das precursoras das personagens feministas no cinema, ela desconstrói toda a figura da mulher submissa que não podia trabalhar, nem enriquecer sem um homem ao lado, ela prova que é capaz de amar mesmo sendo um pouco rude as vezes e valoriza sua independência mais até do que sua própria família.

Que tenhamos mais mulheres como Maria Braun nas nossas vidas, mulheres como ela fazem uma vida melhor e um mundo mais desenvolvido em todas as suas formas e possibilidades.

Filme brilhante dirigido por Fassbinder.

Nenhum comentário:

Postar um comentário